domingo, 17 de abril de 2016

Depoimento: “Como deixei a musculação para fazer Pilates”


Nós, instrutores de Pilates, sabemos bem como o método criado por Joseph Pilates é completo e rico – sabemos das possibilidades de trabalhar com diferentes públicos e sabemos, também, quais são seus inúmeros e igualmente variados benefícios.

Ainda sim, não é incomum que alguns públicos específicos sintam receio de optar pelo Pilates como principal atividade – por medo do Método não satisfazer completamente suas necessidades e objetivos. Alguns alunos sentem a necessidade de conciliar o Pilates com alguma atividade mais aeróbica ou focada em definição – como treinamento funcional ou musculação.

Claro que o Pilates pode ser um ótimo complemento para corredores, por exemplo – funciona perfeitamente para evitar lesões e preparar o corpo para atividades de impacto. No entanto, é possível descobrir apenas no Pilates um método que completa seus objetivos estéticos, de saúde e também mentais.


A exemplo disso, trazemos hoje o depoimento da ex-fisiculturista Bruna Bender, aluna da Casa Do Pilates há 11 meses.







O incrível depoimento da nossa aluna Bruna, que tem uma vasta experiência em musculação e descobriu no pilates uma nova perspectiva de treinamento, se surpreendeu com a completa abrangência do pilates e como conseqüência o seu resultado estético.

Bruna possui 13 anos de experiência com musculação mas, devido a uma lesão que lhe deixou com problemas na coluna, se viu obrigada a se afastar do exercício que mais gostava de praticar e procurar uma alternativa. No Pilates, descobriu uma forma de mesclar o benefício estético com a sua saúde física e, de acordo com ela própria, foi algo surpreendente. “Eu acha que ia tratar apenas a saúde física, mas acabei me surpreendendo. Como a gente usa fibra muscular aqui, né? É um método completo. Continuo mantendo a resistência e rigidez muscular e trabalhando a força apenas com o Pilates.”


“Pilates para mim é um estilo de vida, é algo que eu jamais teria coragem de largar, além de ter corrigido toda essa questão da minha saúde, hoje ele corrige também o meu emocional!”


Fonte: Blog do Pilates